Home / CÃES / Casos Clínicos / Biópsias de pele em Cães e Gatos

Biópsias de pele em Cães e Gatos

20 / jun / 2011

Muitas vezes para conseguirmos dar o diagnóstico de doenças de pele em cães e gatos fazemos uma biópsia

É um procedimento relativamente simples, mas tem que ser realizado por um veterinário que saiba a maneira correta e o local certo da coleta para termos um bom diagnóstico.

É retirado um pedacinho da derme (pele) e subcutâneo e colocado em uma solução de formol. Enviamos para o laboratório e em até 7 (sete) dias temos os resultados.

Usamos muito em doenças de pele que não conseguimos fechar o diagnóstico sendo desde micoses, parasitoses como sarna demodécica, processos alérgicos, doenças endócrinas (hipotireoidismo, cushing, sindrome de feminização, alopecia X, tumores secretores de testosterona…) câncer de pele, farmacodermias (dermatites causadas por medicamentos) e suspeitas de doenças auto-imunes como lupus, pemphigus etc.

Pode-se colher um ou mais fragmentos e em cada um deles damos um pontinho que será retirado em 1 semana.

O diagnóstico por biópsia geralmente é conclusivo e o tratamento poderá ser receitado

Pin It on Pinterest