Doenças Mais Comuns em Schnauzer

Compartilhe

Doenças Mais Comuns em Schnauzer 14 de agosto de 2012

A Princesa é uma Schnauzer de 13 anos de idade que faz avaliações periódicas sempre aqui. Em abril ela esteve no Pet Care e já tinha a glicemia levemente elevada, mas não tinha nenhuma outra alteração. Há uma semana ela começou a beber muita água, comer desesperadamente e fazer muita urina. Também observou que perdeu um pouco de peso.

Muito preocupada sua dona resolver trazê-la para reavaliação e descobrimos que ela é diabética. Já começamos a tratá-la pois a doença ainda estava no inicio e como não tinha complicações a evolução dela deve ser boa.

Em geral, o Schnauzer miniatura é um cão saudável com poucos problemas médicos, no entanto existem algumas doenças que são diagnosticadas com maior frequência nessa raça como as descritas abaixo.

O hipotireoidismo, quando a glândula tireoide não produz hormônio em quantidade suficiente.

A Atopia é uma doença de pele que causa muita coceira em animais e é causada por uma alergia a substâncias no ambiente como poeira, ácaros e polem de plantas.

Alergia Alimentar: Alergias da pele devido a uma variedade de ingredientes alimentares presentes na ração ou mesmo em alimentos caseiros afetando animais acima de 3 anos de idade.

Comedo do Schnauzer – acredita-se ser uma doença hereditária que faz com que apareçam comedos (lesões parecidas com cravos e espinhas) na pele do dorso de alguns Schnauzers.

O melanoma é um tumor maligno de pele e mucosas (lábios, nariz, coxins etc),geralmente escuros.

Os lipomas são tumores benignos de gordura no tecido subcutâneo.

O glaucoma é uma doença do olho que aumenta a pressão intra ocular e pode levar à cegueira.

Luxação do cristalino é o deslocamento da lente (cristalino) dentro do olho e também leva a cegueira.

Degeneração progressiva da retina é uma doença que provoca a alteração das células da retina (fundo do olho). Geralmente começa em animais mais velhos e pode levar à cegueira.

A epilepsia é uma desordem de neurológica causando convulsões e que se desenvolve entre as idades de 2 a 5 anos.

Cataratas levam a uma perda da transparência normal do cristalino do olho. O problema pode ocorrer em um ou ambos os olhos e pode levar à cegueira.

Criptorquidismo é uma condição na qual um ou ambos os testículos não descem para o escroto.

Urolitíase é uma condição que afeta o aparelho urinário, resultando na formação de pedras na bexiga. Talvez seja a doença mais comuns nessa raça e pode afetar cães de qualquer idade.

A diabetes é uma doença do pâncreas relacionada a produção insuficiente de insulina.

A pancreatite é uma inflamação do pâncreas que resulta em falta de apetite, vômitos e muita dor abdominal, podendo estar relacionada ou não ao diabetes.

Shunt Porto Sistêmico é uma malformação dos vasos (artérias e veias) do fígado, resultando na acúmulo de toxinas no sangue.

A Persistência do Ducto Arterioso (PDA) é um defeito de nascença congênita nos vasos do coração que normalmente se fecha após o nascimento, mas quando permanece aberto resulta em um problemas circulatórios grave.

Doença Valvular Cardíaca Crônica (degeneração das válvulas do coração como mitral e/ou tricúspide). É uma condição caracterizada por degeneração e espessamento das válvulas cardíacas comuns em animais mais velhos.

Síndrome do nódulo sinusal é uma doença que provoca um ritmo cardíaco anormal.

As reações a um grupo de medicamentos chamados “sulfonamidas” e shampoos específicos levando a reações cutâneas.

Colelitíase, também conhecido como “pedras na vesícula biliar”. São cristais que se formam na vesícula biliar ou no ducto biliar.

Hiperlipidemia primária do Schnauzer, é uma doença hereditária muito comum nessa raça que causa uma elevada concentração de gorduras no sangue.

Muitas dessas doenças não podem ser evitadas, mas podem ser controladas. Assim as reavaliações periódicas e exames laboratoriais e de check-up podem identificá-las precocemente. Nesses casos quando possível podemos tratá-las e em outros casos o manejo de dieta e uso de medicamentos específicos podem controlar a doença levando o seu Schnauzer a viver com qualidade de vida por 14 a 16 anos em média.

Sabemos que cada cão é único e pode apresentar outras características. Este quadro acima pode ajudá-lo a entender alguns sinais que o seu animal venha a apresentar no decorrer da vida ajudando o diagnóstico precoce.

 

Gostou do conteúdo?
Compartilhe

Leia também

Ibirapuera

11 3050-2273

11 95023-3626

Av. República do Líbano, 270 Ibirapuera - SP

Saiba maissaiba mais da unidade Ibirapuera

Morumbi

11 3740-2152

11 99451-6319

Avenida Giovanni Gronchi , 3001 Morumbi - SP

Saiba maissaiba mais da unidade Morumbi

Pacaembu

11 4305-9755

11 97450-1843

Av. Pacaembu, 1839 Pacaembu - SP

Saiba maissaiba mais da unidade Pacaembu

Tatuapé

11 3019-2300

11 99787-1305

Rua Serra do Japi, 965 Tatuapé - SP

Saiba maissaiba mais da unidade Tatuapé

Centro de Radioterapia

11 94394-6254

Rua João Avelino Pinho Mellão 321 - Morumbi - SP

Saiba maissaiba mais da unidade Centro de Radioterapia