Doenças Crônicas: Cardiopatia (Sopro no Coração)

Compartilhe

Doenças Crônicas: Cardiopatia (Sopro no Coração) 26 de outubro de 2012

Quando o nosso veterinário está examinando o animal auscultando o coração dele e descobre que tem um sopro no coração, ficamos assustados e já imaginamos algo muito grave.

O sopro é muito comum em cães de raças pequenas com mais de 5 anos de idade e mais raro em gatos e cães de raças grandes, mas pode aparecer em todos eles.

Se o animal é jovem (filhote), temos que investigar se ele não tem anemia ou algum defeito na formação do coração, que poderá até necessitar de uma cirurgia para correção. Nesse caso pode ser realmente grave.

Se o animal já é adulto e, principalmente, tem mais de 5 anos de idade, isso pode até ser comum e menos grave, pois a grande maioria dos cães de raças pequenas, no seu envelhecimento, vai desenvolver o sopro cardíaco por problemas nas válvulas do coração. Nesse caso, o sopro vai persistir por toda a vida e deverá ser monitorado e muitas vezes medicado.

Nesse caso (animais mais velhos), o sopro acontece por que a válvula do coração perdeu a capacidade de se fechar corretamente, produzindo esse som diferente durante a batida do coração, o que chamamos de sopro cardíaco. Quando a válvula não se fecha corretamente, o coração tem que fazer um esforço maior a acaba levando ao aumento do coração e ao aumento da pressão arterial, e esse animal passa então a apresentar tosse seca, fica cansado e até com a língua arroxeada durante algum esforço.

Quando o animal está sendo auscultado, durante a consulta, e percebe-se a presença do sopro, devemos, então, fazer alguns exames para avaliar a importância desse sopro e verificar se tem que ser medicado. A partir de então esse animal tem que passar em avaliação com o cardiologista, pelo menos, a cada 6 meses para fazer os seguintes exames:

1- Exame de Ecocardiograma: para avaliar o formato do coração e a função das válvulas.
2- Exame de Pressão Arterial: para ver se esse sopro já causou um aumento da pressão.
3- Raio X de Tórax: para ver o tamanho do coração e a condição do pulmão.
4- Exame de sangue de Função Renal.

Dependendo dos resultado dos exames, esse animal poderá ter que ser medicado, principalmente, para controle da pressão e ser reavaliado a cada 4 à 6 meses. Com o tratamento adequado, o animal poderá viver muitos anos com qualidade de vida e atividades praticamente normais.

O Hospital Veterinário Pet Care tem o serviço de Cardiologia Veterinária em dois endereços, sob supervisão do Dr. Eduardo Lipparelli, do Dr. Guilherme Goldfeder e da Dra. Valeria de Oliveira.
Agende um horário conosco pelos telefones (11) 3743-2142 – Morumbi, (11) 3740-2152 – Morumbi ou (11) 4305-9755 – Pacaembu.

Gostou do conteúdo?
Compartilhe

Leia também

Ibirapuera

11 3050-2273

11 95023-3626

Av. República do Líbano, 270 Ibirapuera - SP

Saiba maissaiba mais da unidade Ibirapuera

Morumbi

11 3740-2152

11 99451-6319

Avenida Giovanni Gronchi , 3001 Morumbi - SP

Saiba maissaiba mais da unidade Morumbi

Pacaembu

11 4305-9755

11 97450-1843

Av. Pacaembu, 1839 Pacaembu - SP

Saiba maissaiba mais da unidade Pacaembu

Tatuapé

11 3019-2300

11 99787-1305

Rua Serra do Japi, 965 Tatuapé - SP

Saiba maissaiba mais da unidade Tatuapé

Centro de Radioterapia

11 94394-6254

Rua João Avelino Pinho Mellão 321 - Morumbi - SP

Saiba maissaiba mais da unidade Centro de Radioterapia