Hematúria é a presença de sangue na urina. Pode ser visível a olho nú quando a urina fica avermelhada e pode até apresentar grumos (coágulos) ou ser imperceptível a olho nú quando a urina tem coloração normal ou levemente alaranjada e a presença de sangue somente é detectada no microscópio, quando fazemos o exame de Urina Tipo 1.

As possíveis causas de hematúria (sangue na urina) são:

- Infecções bacterianas do trato urinário (cistite)
- Infecção genital, vaginite (nas fêmeas) ou prostatite (nos machos).
- Câncer do trato urinário (carcinoma de bexiga) ou câncer genital ( câncer de vagina ou prostata)
- Cálculos (pedras) no trato urinário (cálculo renal ou na bexiga)
- Lesões renais ou câncer renal
- Alterações congênitas do trato urinário (aqueles presente no nascimento)
- Parasitas raros do trato urinário (dioctiophyme renalle)
- Distúrbio de coagulação incluindo intoxicação por veneno de rato ou doença do carrapato.
- Trauma – pós atropelamento, queda ou briga
- Períodos de cio nas fêmeas dos cães.
- Doença do Trato Urinário Inferior dos felinos – DTUIF – (cistite dos felinos)
- Hematúria benigna idiopática (“de causa desconhecida”) proveniente dos rins.

A hematúria por si só pode ser somente um achado sem outro sintoma ou desconforto visível, ou seja o animal tem sangue na urina e parece normal. Noutras vezes pode estar associado a dor, desconforto, anemia, febre e nesses casos o animal realmente parece doente. Nos caso dos gatos com DTUIF observamos dificuldade de urina, urina em jatos finos ou gotas, dor ao urinar com miados fortes e muitas vezes urinar fora da caixa de areia.

Os sintomas que normalmente acompanham a hematúria incluem:

- Dificuldade de urinar ou urinar com dor
- Esforço para urinar, parecendo que tem vontade o tempo todo e não sai nada ou sai somente alguns pingos de urina e gotas de sangue.
- Jato de urina mais fraco e fino
- Dor abdominal

Na presença de qualquer um desses achados ou mesmo somente da presença de sangue na urina, o seu animal deve ser levado para avaliação do Médico Veterinário que vai realizar um exame clínico cuidadoso, levantando a possibilidade de intoxicação por veneno de rato ou de doença do carrapato seguido de exames auxiliares de diagnóstico como, hemograma, exame de ultra som, rx de abdomen (para identificar possíveis cálculos), exame de Urina Tipo 1 e as vezes cultura da urina. Nos casos de suspeita de carcinoma a avaliação de citologia dos sedimentos urinários pode fechar o diagnóstico.



Posts Relacionados:


  1. Exame de Urina: Rápido, Barato e Muito Importante!!!

  2. Coleta de Sangue em Cães e Gatos

  3. Doença do Trato Urinário Inferior dos Felinos

  4. Por que meu animal bebe tanta água ou urina tanto?

  5. Diabetes em cães e gatos