Muitos cães e gatos apresentam tumor de pele e muitas cadelas e gatas, não castradas precocemente, podem apresentar tumor de mama.

Quanto aos tumores de pele, podem ser benignos ou malignos. Sempre colhemos citologia dos tumores para avaliá-los e depois decidir se precisamos operá-los ou não.

Vale lembra que: se a citologia de um tumor de pele for benigna, devemos fazer novamente outra citologia a cada 6 meses, pois o tumor pode mudar de característica.

No caso dos tumores de mama, quando aparecem, temos que fazer a cirurgia da retirada da mama ou da cadeia mamaria e depois mandar o material para análise.

Tanto no tumor de pele, como nos tumores de mama, quando operados, se o resultado vier como câncer maligno, devemos tomar os seguintes cuidados:

1) Verificar se a cirurgia retirou todo o tumor, isto é, margens cirúrgicas livre de tumor, caso contrário devemos fazer uma nova cirurgia mais abrangente;

2) Se o câncer é susceptível ao tratamento por quimioterapia: começar o tratamento imediatamente;

3) Depois da alta do tratamento, fazer retornos periódicos para consulta, exames de imagem como Ultrassom, RX e exames de sangue;

4) O animal que teve qualquer câncer de pele ou de mama, caso apareça uma nova formação, deverá ir imediatamente ao veterinário para ser tratado.

Veja o caso da Cachu que teve os dois problemas. Está em tratamento há mais de 4 anos, passou por várias cirurgias, faz quimioterapia até hoje e é um exemplo de lutadora contra a doença (Mastocitoma): http://petcare.com.br/blog/quando-o-caso-e-complicado/

A equipe de oncologia do Pet Care é super conceituada no tratamento de câncer em animais e atende com hora marcada nos 2 estabelecimentos.



Posts Relacionados:


  1. Doenças Crônicas de Pele em Filhotes

  2. Verão, e o câncer de pele…

  3. Biópsias de pele em Cães e Gatos

  4. DOENÇAS CRÔNICAS: PEDRAS NA BEXIGA (CÁLCULOS)

  5. DOENÇAS CRÔNICAS: HIPOTIREOIDISMO