Home / CÃES / Casos Clínicos / PNEUMONIA POR ASPIRAÇÃO

PNEUMONIA POR ASPIRAÇÃO

02 / jan / 2013

Na véspera do Natal atendemos a Gilda, uma filhote de Buldogue Inglês de 4 meses de idade que chegou com quadro de insuficiência respiratória, cianose (mucosas azuladas), catarro no nariz e tosse produtiva. Foi examinada e com o auxilio do exame de Rx de pulmão foi diagnosticada com quadro de Pneumonia.

Devido a gravidade do quadro e da dificuldade extrema de respirar ela teve que ser anestesiada e entubada. Ficou 48 horas na nossa UTI até a normalização de alguns parâmetros e depois passou para a internação onde ficou até hoje, com cuidados de soro na veia, inalação e antibióticos.

Hoje ela esta indo bem para casa, mas o seu quadro inspira cuidados até se descobrir por que ela teve esse quadro de pneumonia. Os exames para cinomose deram negativos e a suspeita é de uma Pneumonia por Aspiração.

A pneumonia por aspiração é quando conteúdo alimentar, proveniente de vômitos ou regurgitação vai para os pulmões. Isso pode ser causado por alguma doença que levaria a dificuldade de engolir, problemas de esôfago, engasgos, paralisias da laringe/faringe ou dificuldades respiratórias. Esse conteúdo estranho no pulmão leva a uma irritação e infecção dos pulmões com crescimento de bactérias.

A pneumonia por aspiração é mais comum em cães do que gatos.

Sintomas e sinais observados:

Os sintomas de pneumonia por aspiração incluem dificuldade respiratórias, dificuldade em engolir, tosse, febre, secreção das vias nasais (normalmente catarro purulento que saem de ambas as narinas), respiração acelerada, coloração azulada da língua e pele (cianose) e uma possível fraqueza.

Diagnóstico:

Um exame físico completo acompanhado de uma radiografia dos pulmões e exame de sangue (hemograma) já pode fechar o diagnóstico.

Os exames de sangue indicam a presença de infecção e o exame de Raio X de tórax vai mostrar se a pneumonia por aspiração está presente. A secreção que sai do pulmão pelas narinas pode ser encaminhada para exame de cultura e antibiograma para identificar qual bactéria esta presente e qual antibiótico é mais eficaz no tratamento.

Se o seu animal está sofrendo de insuficiência respiratória, um exame de gasometria que mede os níveis de oxigênio e concentrações de dióxido de carbono no sangue pode ser usado também.

Tratamento:

Se o cão está mostrando sinais de desconforto respiratório, ele deverá receber oxigênio como parte de estabilização. Essa oxigenioterapia pode vir por sonda, máscara ou até ter que ser entubado e ficar no aparelho de ventilação até normalizar a gasometria. O animal deve ser hidratado com soro na veia, o que vai facilitar a expulsão do catarro. Repouso, antibiótico e acompanhamento médico é extremamente necessário.

Cuidados:

Pneumonia aspirativa é uma doença potencialmente fatal, o que pode exigir que o animal fique em tratamento intensivo durante vários dias antes de ser totalmente estabilizado. Em alguns casos, se a condição está associada a complicações com paralisia do esôfago, deve ser feito uma mudança no modo de alimentar o cão além da expectativa de ter outras crises o decorrer da vida.

Pin It on Pinterest