Home / GATOS / Cuidados com seu filhote / Hipoglicemia em cães

Hipoglicemia em cães

18 / maio / 2020

Hipoglicemia significa que o nível de glicose no sangue está abaixo do normal. A glicose é um carboidrato, e é considerada uma das nossas maiores fontes de energia, porém, para a glicose conseguir entrar nas nossas células, é necessária uma substância produzida no pâncreas chamada insulina. Quando existe algum comprometimento nesse órgão, ele produz menos ou mais insulina, o que resulta em hiperglicemia ou hipoglicemia.

A hipoglicemia é mais comum em filhotes, pois precisam se alimentar frequentemente, mas algumas vezes também pode afetar cães adultos muito magros e que não se alimentam faz tempo. Filhotes recém nascidos precisam mamar constantemente até pelo menos 25 dias de idade, pois é o período mais susceptível a este sintoma.

Se um cachorro adulto tiver crises constantes de hipoglicemia, ele pode estar com desequilíbrio hormonal. Doenças no fígado, animais com grandes quantidades de parasitas podem influenciar na hora da digestão e absorção de carboidratos. Algumas neoplasias no pâncreas como: o insulinoma pode produzir excesso de insulina levando a hipoglicemia e nesse caso, geralmente animal apresenta convulsões.

Doenças como hipoadrenocorticismo podem causar hipoglicemia devido a uma má função da glândula suprarrenal. Algumas infecções severas chamadas de sepse também causam hipoglicemia.

A maioria dos animais diabéticos precisam de um tratamento de reposição de insulina e é muito importante saber a dosagem específica. Insulina demais ou insuficiente pode ser perigosa. Se for aplicada em doses muito altas, pode causar quadro de hipoglicemia. Seu veterinário fará testes para saber a dose certa, e mostrará a você como aplicar as injeções.

Uma queda grave nos níveis de açúcar (hipoglicemia grave), pode ocasionar alguns sintomas no cachorro, como: convulsões, tremores, respiração lenta, agitação, pupilas dilatadas, espasmos musculares, confusão (não reconhece seu dono), desorientação, fraqueza e pode, inclusive, levar o animal ao coma.

É importante sempre levar seu melhor amigo ao veterinário para a realização do tratamento adequado e também fazer os exames que contribuem para o diagnóstico!

O Pet Care conta com atendimento emergencial 24 horas e tem equipe de intensivistas, endocrinologistas e cirurgiões para tratar adequadamente desse problema descrito acima.

Pin It on Pinterest