Home / CÃES / Casos Clínicos / BOLA DE PELO EM GATOS

BOLA DE PELO EM GATOS

10 / abr / 2013

Os gatos são conhecidos por serem animais limpos, e parte disso é devido à sua higiene diária feita durante várias horas, quando ele se limpa, lambendo o próprio pelo.

No entanto, cada vez que seu gato se lambe ele engole um monte de pelos que não são digeridos. A grande maioria desses pelos saem junto das fezes, mas em alguns gatos, principalmente os de pelos longos, eles ficam acumulados no estômago, formando pequenas bolas que são eliminados através de vômitos.

Outras vezes essas bolas de pelos ficam tão grandes que mesmo tendo ânsias de vômitos eles não conseguem eliminá-las, fazendo com que o gato vomite um líquido sem o conteúdo, normalmente várias vezes por semana.

Essa bola de pelo, chamado também de “hairball” ou tricobezoar, se eliminada ocasionalmente, é normal e pode não levar a nenhum problema ao gato. Outras vezes, principalmente gatos mais peludos e mais velhos (que passam mais horas se lambendo), os vômitos mais frequentes devem ser investigados e tratados.

Esse sintoma frequente de vômitos pode fazer com que o gato perca peso, vomitando a comida, desenvolvendo gastrite ou ulcera gástrica, apresentando diarreia ou dificuldade de defecar ou mesmo deixando-o sem apetite.

Ocasionalmente, bolas de pelo podem ficar tão grandes que levam a obstrução intestinal. Nesse caso, o seu gato vai precisar de uma cirurgia.

A melhor forma de prevenir a formação de bolas de pelo é com uma mudança de manejo que incluí escovação diária do gato para retirar os pelos mortos, às vezes, recorrer a tosa do pelo de gatos mais longos, uso de medicamentos que ajudam a dissolver essas bolas de pelo no estômago e, hoje em dia, com o uso de ração que já previnem a formação dessas bolas de pelo.

O Pet Care possui especialistas em medicina felina à sua disposição, agenda uma consulta e tire todas as suas dúvidas.

Pin It on Pinterest