Viajar com Gatos – Dicas

Compartilhe

Viajar com Gatos - Dicas 27 de dezembro de 2018

Quem tem gatos sabe o quão estressante pode ser sair de casa com esses bichanos, e muitas perguntas surgem como: Posso deixar meu gato sozinho quando viajar? Quantos dias meu gato pode ficar sozinho? Como faço com a caixa de areia em uma viagem longa? Como deixar meu gato mais tranquilo? Usar ou não a caixa de transporte? Qual remédio dar para meu gato dormir na viagem?  Muitas dúvidas surgem,  e por isso, nosso Médico Veterinário Marcelo Quinzani  deu várias dicas para quem vai viajar e quer levar seu gato junto, dicas para quem vai viajar e deixar o gato em casa incluindo check list para viagem com gatos!

VAI VIAJAR E DEIXAR O GATO EM CASA?

viajar e deixar gatos em casa 300x195 - Viajar com Gatos - Dicas

Se o seu gato já é adulto, está acostumado com a sua casa e sua viagem durará no máximo 4 dias, ele pode ficar em casa sozinho, desde que você tome alguns cuidados…
Ele é mais independente que o cão, tem hábitos mais tranquilos e rotina mais definida, podendo ficar sozinho sem grandes riscos.

Fizemos um “check list” de alguns cuidados essenciais para o seu gato ficar sozinho e seguro em casa:

  • Somente gatos adultos podem ficar sozinhos;
  • Colocar telas em todas janelas, sacadas e manter as portas seguramente fechadas; ( Gatos fazem coisas incríveis! Certifique-se que ele não conseguirá abrir, travas para crianças são boas opções!)
  • Deixar o ambiente com luminosidade do sol (cortinas abertas) e ventilado;
  • Restringir alguns ambientes mais perigosos como escadas, sacadas, locais com plantas e onde existem móveis que possam colocá-los em risco de queda, se enroscar debaixo, ou atrás deles, entre outros acidentes;
  • Deixar um banheiro que atenda às necessidades dos gatos ( várias caixas de areia para poder fazer xixi e coco por 4 dias) e longe da comida;
  • Água corrente e fresca: pode ser uma fonte de água.
  • Ração colocada em dispenser: hoje existem vários produtos no mercado que liberam a ração fracionada e alguns liberam comida fresca (ração seca) em horários predefinidos;
  • Uma caminha para dormir;
  • Brinquedos para gatos que ele já goste e esteja acostumado;
  • Retirar TODOS os fios das tomadas (eletrodomésticos, abajures, eletrônicos)
  • Deixar uma luz acesa;
  • Não deixar fios que possa se enroscar, como fios soltos de cortinas, linhas, etc;
  • Quem puder, instalar um circuito de câmeras em casa para observar a distância é maravilhoso;
  • Usar feromônio para gatos (pode espirrar, antes de sair, no sofá, na cortina, tapetes ou deixar um feromônio para gatos de tomada)

VAI VIAJAR E LEVAR O SEU GATO JUNTO?

viajar e levar o gato junto 300x200 - Viajar com Gatos - Dicas

Para viagens nacionais de carro tenha sempre junto a carteira de vacinas. Se for atravessar fronteiras de estados, tenha também um atestado de saúde emitido por um Médico Veterinário.

“No carro o gato deve viajar dentro de uma caixa de transporte, segura, adequada ao seu tamanho e colocar sobre o banco do passageiro e preso no cinto de segurança. O ambiente dentro do carro deve estrar refrigerado ou fresco (escolher as horas mais frescas do dia para poder viajar) e o gato só pode sair da caixa quando chegar ao destino e estiver em um ambiente seguro. Não recomendamos retirar o gato para fora da caixa durante a viagem ou mesmo nas paradas para descanso. Ele pode se assustar e fugir.” afirma Dr Marcelo Quinzani.

Para deixá-lo mais calmo e tranquilo, o ideal é acostuma-lo a caixa de transporte, saia com ele dia sim dia não para ir a padaria, dar uma volta no quarteirão, para que no dia da viagem ele já esteja “acostumado”. A utilização de feromônios específicos para gatos também é indicado  para diminuir o estresse. Gatos muito agitados ou assustados, ou mesmo aqueles que ficam nauseados durante a viagem, podem precisar de medicamentos prescritos obrigatoriamente pelo seu Médico Veterinário de confiança. NÃO DÊ MEDICAMENTOS QUE ALGUÉM TE INDICOU OU QUE PESQUISOU NA INTERNET, cada caso é um caso e só o Médico Veterinário poderá prescrever o ideal para o seu gatinho.

“Já atendemos casos no Pet Care onde tutores ministraram medicamentos e doses para acalmar e/ou diminuir a náusea, SEM prescrição, e a viagem não aconteceu, pois o gato ficou internado em nosso hospital!” Conta Marcelo

Para viagens nacionais de avião com gatos, deve-se fazer uma reserva na empresa aérea antes, pagar uma taxa e definir se irá no compartimento de cargas ou na cabine. Para esse tipo de viagem precisa também da carteira de vacinas válida e de um atestado de saúde emitido pelo Médico Veterinário. Para transportá-lo, deve-se acomodar dentro de um caixa de transporte indicada pela empresa aérea que dirá o tamanho e o tipo de caixa que deve ser usada. Para diminuir o estresse pode-se usar feromônios e acostumá-lo o a usar a caixa de transporte para gatos com antecedência.

Para viagens internacionais com gatos, devemos seguir as exigências do país de destino. Existem exigências e limitações diferentes para os diversos países e essas regras devem ser seguidas. Para todos os países a vacinas [MQ1] de raiva é obrigatória e deve estar válida e não pode ser aplicada a menos de 30 dias antes da viagem. Para alguns países, a sorologia de raiva (exame de sangue) e quarentena são obrigatórias. Para outros países exigem-se outras vacinas e alguns exames de sangue…Tudo isso deve ser providenciado pelo médico veterinário. Quando a data da viagem estiver definida e todos os documentos estiverem prontos, então é hora de agendar uma entrevista no Ministério da Agricultura (MAPA) para a emissão do documento final de viagem chamado CZI (Certificado Zoo sanitário Internacional) com validade de 5 a 10 dias dependendo do país que for viajar.

Para que o gato sofra menos durante a viagem que pode durar de 8 a 24 horas (dependendo do país), recomendamos acostumar o gato na caixa de transporte, pelo menos 30 dias antes da viagem, fazendo dessa caixa o local de comer e de dormir. Dr Marcelo dá algumas dicas para facilitar esse processo:

“Colocar petiscos dentro da caixa assim como usar feromônios ajuda a tornar atraente aos gatos e fazer com que se sinta seguro dentro dela. Uso de medicamentos para enjoos assim como calmantes só podem ser usados mediante avaliação do Médico Veterinário e com sua prescrição.”

Para viagens internacionais o melhor é utilizar uma consultoria, a Pets Abroad é uma das melhores do mercado, eles te ajudam em todo o processo , além de ser gerido pro um Médico Veterinário, o que proporciona mais segurança!

Gostou do conteúdo?
Compartilhe

Leia também

Ibirapuera

11 3050-2273

11 95023-3626

Av. República do Líbano, 270 Ibirapuera - SP

Saiba maissaiba mais da unidade Ibirapuera

Morumbi

11 3740-2152

11 94468-2702

Avenida Giovanni Gronchi , 3001 Morumbi - SP

Saiba maissaiba mais da unidade Morumbi

Pacaembu

11 4305-9755

11 97450-1843

Av. Pacaembu, 1839 Pacaembu - SP

Saiba maissaiba mais da unidade Pacaembu

Tatuapé

11 3019-2300

11 99787-1305

Rua Serra do Japi, 965 Tatuapé - SP

Saiba maissaiba mais da unidade Tatuapé

Centro de Radioterapia

11 2507-4616

11 94394-6254

Rua João Avelino Pinho Mellão 321 - Morumbi - SP

Saiba maissaiba mais da unidade Centro de Radioterapia