Separamos 11 dicas importantíssimas sobre banhos de cães e gatos. Após a leitura, compartilhe seu comentário conosco.

1 ) Quantas vezes por mês cachorros e gatos devem tomar banho?

Depende do animal, tipo de pelagem e de possíveis problemas de pele. Normalmente os gatos são mais limpos, fazem a higiene do pelo (se lambem) todos os dias. No caso dos gatos um banho por mês pode ser suficiente, mais com o intuído de retirar os pelos mortos assim como a escovação do pelo diariamente. Alguns gatos podem tomar banhos com intervalos de meses. Já os cães podem tomar banhos semanalmente ou a cada 15 dias. Depende de quanto se sujam (alguns cães que saem todo dia à rua pode voltar sujos) ou mesmo na dependência do tipo de pelagem podem requerer banhos mais freqüentes. Cães com problemas de pele como seborréia ou piodermites podem até tomar 2 banhos por semana de acordo com a orientação do médico veterinário.

2 ) É comum os donos de pets optarem pelo banho caseiro. Que tipo de cuidados o dono deve ter durante o banho do animal?

Recomenda-se um local seguro para o animal e para o dono, água de preferência morna e secador e toalha. O animal deve estar calmo e acostumado a essa rotina. O xampu deve ser de uso veterinário ou um sabonete neutro. Antes de iniciar o banho deve-se colocar algodão nos ouvidos para evitar entrada de água com o cuidado de não colocar um volume muito pequeno de algodão que entre no ouvido e depois não consiga retirar. Deve-se iniciar o banho pela cabeça em direção ao corpo tomando cuidado especial com os olhos e ouvidos.

3 ) O que deve ser observado antes de escolher o xampu do animal?

Para animais sem problemas de pele um xampu neutro de uso veterinário pode ser escolhido, ou então um sabonete neutro. Para animais com problemas de pele (seborréia, piodermite etc) o xampu deve ser prescrito por um médico veterinário, assim como a freqüência dos banhos e cuidados com o uso.

4 ) Como deve ser a temperatura da água?Por quê?

A temperatura deve ser morna, para que o banho se torne agradável. Água muito fria ou muito quente pode tornar o banho desagradável. Nos dias quentes pode se optar por banho com água em temperatura ambiente (água de torneira).

5 ) De que forma os pêlos dos animais devem ser secados?

Depende do tipo de pelagem, mas na maioria dos animais deve-se iniciar a secagem com uma toalha, enxugando bem a cabeça e orelhas, retirando então o algodão dos ouvidos e depois secar o corpo. O uso ou não do secador vai depender do tipo de pelagem e da temperatura ambiente. Animais de pelo longo e/ou denso vai exigir o uso de secadores. Animais de pelo curto em dias quentes o uso somente da(s) toalha(s) pode ser suficiente. Nos dias mais quentes deve-se evitar o uso de secadores ou então usar secador com temperatura fria. Não podemos esquecer que os cães não transpiram como nós e os banhos quentes e/ou uso de secadores quentes pode aumentar consideravelmente a temperatura corpórea do seu cão.

6 ) Que tipo de problemas um banho inadequado podem ocasionar ao animal?

Otites (infecção dos ouvidos), alguns acidentes com o contato do xampu com os olhos (como úlceras de córneas), aumento da temperatura corpórea devido uso de água e/ou secador muito quente, assim como problemas de pele pelo uso incorreto do xampu ou enxágüe insuficiente (deixar com resíduos de sabonete/xampu). Para animais com predisposição a piodermites, o pelo úmido no caso de secagem incorreta pode predispor ou agravar o quadro.

7 ) A partir de que idade o pet pode tomar banho?

A partir de 40 dias de idade para filhotes saudáveis. Não recomendamos banhos em pet shops antes do final das vacinas, devido à possibilidade de contato com outros animais. O banho por si só não faz mal aos filhotes, mas a situação de estresse, assim como o contato com outros animais pode predispor a algumas doenças principalmente viroses para aqueles indivíduos com vacinação incompleta. Assim recomendamos uma limpeza se necessário com lenços umedecidos e se for o caso um banho sob orientação e cuidados do seu médico veterinário.

8 ) Existe diferença entre o banho de animais adultos e filhotes?Em caso afirmativo, qual?

Um filhote por não estar acostumado a situação do banho pode se estressar mais facilmente, mas com o tempo se acostuma. Os cuidados com os olhos e ouvidos são os mesmos. Deve se evitar para aqueles que não tiverem as vacinas completas o contato com outros animais ou mesmo a permanência dos filhotes em gaiolas no pet shop. Os animais adultos acostumados ao banho se estressam menos.

9 ) Como deve ser realizada a limpeza de regiões mais sensíveis como os olhos e a orelha?

Os olhos devem ser limpos com algodão e água passando levemente sobre as pálpebras do nariz em direção as laterais dos olhos. Os ouvidos devem ser limpos com algodão seco enrolando o algodão no dedo e limpando somente até onde o seu dedo alcança. O uso de cotonetes deve ser evitado. Caso os ouvidos tenham muita cera, sensibilidade exagerada, desconforto, coceira ou odor estranho, deve-se levar ao veterinário para ser examinado.

10 ) É comum a queda de pêlos durante o banho? Por quê?

Animais de pelo curto tem queda de pelos o ano todo, mais intenso nos meses da primavera e outono, quando ocorre a troca de pelo sazonal. Animais de pelo longo normalmente não trocam de pelo (necessitam ser tosados). Em ambos os casos não deve haver falhas na pelagem ou lesões na pele. Na troca de pelo sazonal, cai muito pelo, mas não ficam falhas na pelagem.

11 ) É necessária a utilização de uma bucha para o banho? Por quê?

Depende do tipo de pelagem, mas uma bucha pode auxiliar na limpeza principalmente no meio dos dedos.

Sem Posts Relacionados