Visão do cão: como os cachorros enxergam

Compartilhe

Visão do cão: como os cachorros enxergam 30 de junho de 2020

Os cães enxergam o mundo em uma perspectiva visual diferente da nossa. Para começar enxergam o mundo de uma altura que varia de 15 cm a 60 cm do chão.

O sentido “visão” do cão está em uma escala hierárquica de sensibilidade diferente da nossa. Por exemplo, no homem a hierarquia dos sentidos é: visão-tato-audição-olfato e paladar. Já no cão a ordem hierárquica é: olfato-audição-visão-tato-paladar. Assim eles usam e dependem menos da visão do que o homem.

A estrutura do olho também é diferente. A retina, que cobre o fundo da parte interior do olho e formada por dois tipos de células sensíveis a luz, os cones e bastonetes. Os cones são responsáveis pela percepção da luz e da visão detalhada, enquanto os bastonetes detectam os movimentos e a visão na penumbra.

Nos cães a predominância é de bastonetes e, portanto, enxergam melhor no escuro e têm uma visão orientada para o movimento. Já no homem a predominância é de cones, favorecendo a visualização das diversas tonalidades de cores e excelente definição de silhuetas e acuidade visual.

Os cães conseguem reconhecer duas cores, o azul(violeta) e amarelo, diferenciando diversos tons de cinzas e sendo incapazes de distinguir entre o verde e amarelo, laranja e vermelho. Eles também têm dificuldade em diferenciar os verdes dos tons de cinza.

A posição dos olhos dos cães também determina o tamanho do campo visual e a percepção de profundidade. A diferença do ângulo de visão do cão dependendo da raça, aumentando o seu campo de visão e a visão periférica. Porem esse aumento da visão periférica compromete a visão binocular (onde o campo de visão de cada olho se sobrepõe e que dá a percepção de profundidade).

A distância dos olhos dos cães diminui essa sobreposição. Quanto mais afastados menor a sobreposição e, portanto, menor a percepção de profundidade. A percepção de profundidade dos cães é melhor quando eles olham para frente, mas pode ser bloqueada pelo focinho dependendo da raça, e isso vai determinar as suas habilidades.

O Labrador tem mais acuidade visual e por outro lado os Coliies tem um campo visual maior. Em comum todos enxergam melhor os corpos em movimentos e por essa razão pequenos movimentos nossos podem ser interpretados de modo diferente pelo cão.

Muito do comportamento dos cães frente ao homem relaciona-se com postura, confiança e movimentos. Pequenas mudanças posturais e de movimentos seus significam muito para o seu cão.

Gostou do conteúdo?
Compartilhe

Leia também

Ibirapuera

(11) 3050-2273

11 95023-3626

Av. República do Líbano, 270 Ibirapuera - SP

Saiba maissaiba mais da unidade Ibirapuera

Morumbi

(11) 3740-2152

(11) 94468-2702

Avenida Giovanni Gronchi , 3001 Morumbi - SP

Saiba maissaiba mais da unidade Morumbi

Pacaembu

(11) 4305-9755

11 97450-1843

Av. Pacaembu, 1839 Pacaembu - SP

Saiba maissaiba mais da unidade Pacaembu

Tatuapé

(11) 3019-2300

11 99787-1305

Rua Serra do Japi, 965 Tatuapé - SP

Saiba maissaiba mais da unidade Tatuapé

Centro de Radioterapia

11 2507-4616

11 94394-6254

Rua João Avelino Pinho Mellão 321 - Morumbi - SP

Saiba maissaiba mais da unidade Centro de Radioterapia