Home / CÃES / Casos Clínicos / Envelhecimento cerebral em cães e gatos

Envelhecimento cerebral em cães e gatos

22 / maio / 2014

Assim como o corpo envelhece, o cérebro também apresenta alterações em relação à idade. Alterações cerebrais em cães e gatos idosos são similares às alterações cerebrais que acontecem em idosos humanos. Em estudos recentes, nos cães (assim como humanos), os efeitos do envelhecimento cerebral podem não mostrar nenhuma alteração ou podem chegar a casos de demência total.

Esse processo pode ocorrer a partir os 8 ou 9 anos de idade em alguns cães – apesar de ser raro. O mais comum seria após os 11 anos de idade. Quanto maior o animal for, mais senil ele é em relação a um animal de menor porte. Cães pequenos vivem muito mais que os gigantes. E os gatos podem viver mais até do que cães pequenos.

Cães e gatos idosos podem ficar mais ausentes com o tempo, perder a noção do que aprenderam e não reconhecer os habitantes da casa. Existem animais que podem apresentar também vários problemas no corpo, mas a mente continuar saudável.

O que notamos:

– Desorientação, não reconhecendo lugares familiares, batendo na mobília respondendo menos a estímulos de sonoros e visuais.

– Sua atividade física muda, o animal passa a dormir mais, pode se lamber mais ou ficar latindo para o nada.

– Seu animal pode ficar menos interessado em interagir com os membros da casa, ficando mais ausente.

– Apatia e depressão, onde ele não se interessa tanto por comida e pelo dono ou por outro animal companheiro da casa.

– Pode se tornar mais ansioso e mais agressivo não suportando muito manuseá-lo, escová-lo etc.

Se o animal tiver que mudar de ambiente, por exemplo, mudança de casa, pode ser que ele não aprenda mais a como se comportar como fazia no local anterior.

Existem algumas medicações que melhoram a função cerebral de animais idosos, mas para isto um Médico Veterinário precisará examiná-lo e avaliar os problemas de saúde no seu conjunto e saber o que pode receitar.

No Hospital Veterinário Pet Care nosso serviço de neurologia e geriatria cuida destes casos.

Pin It on Pinterest