Home / GATOS / Cuidados com seu filhote / Cuidados com Lhasa Apso

Cuidados com Lhasa Apso

13 / mar / 2019

Lhasa Apso é uma raça muito antiga, milenar, originária do Tibet. Os Lhasa Apsos eram criados por monges tibetanos com a função de alertarem quando a chegada de estranhos. Hoje em dia é uma raça bem comum no Brasil e no mundo.

Características de Lhasas Apsos:

  • Porte pequeno médio pesando entre 6 e 10 kgs;
  • Tem várias colorações e tonalidades: Lhasa Apso branco, Lhasa Apso mel, Lhasa Apso preto ou Lhasa Apso  bicolor;
  • Não são cães que necessitam de muito exercício diário, mas um pequeno passeio duas a três vezes ao dia é sempre bom (para cães que vivem em apartamento).
  • Idade ideal para serem castrados: entre 6 e 9 meses de vida;
  • Época ideal para reprodução: entre 2 e 4 anos de idade,  as ninhadas costumam ser de 4 a 6 filhotinhos e na maioria das vezes o parto é normal; ( castração é sempre a melhor opção)
  • Lhasa Apsos vivem entre 13 e 16 anos e de modo geral bem saudáveis;

Cuidados básicos com Lhasa Apso

  • Vacinas anuais;
  • Vermifugação;
  • Coleiras ou medicamentos contra pulgas e carrapatos;

Cuidados especiais com Lhasa Apso 

É comum da raça ter olhos grandes, por isso devemos tomar cuidado com os olhos protuberantes, qualquer brincadeira, batida ou briga pode fazer com que haja uma hérnia de globo ocular, as vezes o olho “pula” para fora e muitas vezes o cachorro acaba perdendo a visão (a correção é cirúrgica). Outro cuidado seria escovar diariamente os dentes, pois com a idade a chance de ter doença periodontal é muito grande (lembre-se se tiver mal hálito, provavelmente tem infecção), por isso acompanhamento e tratamento com odontologista veterinário (dentista veterinário) é essencial. Lhasa Apso tem muito pelo dentro do ouvido e precisa de cuidados especiais para não desenvolver otite. A remoção dos pelos e higiene constante dos ouvidos são necessárias. Escovação diária e banhos semanais são essenciais,  no verão recomendamos fazer tosa na tesoura e deixar o pelo com 4 cm de altura. Não esqueça de fazer check-up anua com exames de sangue: hemograma e bioquímica sanguínea, exames cardíacos e ultrassom para assegurar a longevidade e qualidade de vida do seu Lhasa.

Os problemas genéticos mais comuns em Lhasa Apso são:

  • Problemas renais (displasia renal);
  • Problemas oftálmicos (atrofia de retina);
  • Dermatite atópica;
  • Doença do disco intervertebral;

Por isso recomenda-se que Lhasas Apsos passem com seus veterinários 2 vezes no ano NO MÍNIMO para avaliação e check-up anual. 

Pin It on Pinterest