Home / CÃES E GATOS / Como funciona a digestão dos pets?

Como funciona a digestão dos pets?

19 / maio / 2022

É muito comum que ocorram dúvidas sobre como realmente funciona a digestão dos pets. O que eles podem e não podem comer? Faz mal comer rápido demais? Eles enjoam das refeições?

A verdade é que a digestão dos pets é muito parecida com a nossa, com pequenas diferenças em alguns sistemas e mecanismos. Mas isso não significa que essas diferenças não sejam importantes ou que não devam ser consideradas.

A importância do balanceamento das rações

Os pets também possuem as suas próprias necessidades alimentares e é fundamental que os donos encontrem a refeição mais completa e balanceada. Com o auxílio de um veterinário, deve se analisar alguns fatores, como: a idade do bichinho, o estilo de vida, a condição de saúde e também sua predisposição genética.

É importante estar sempre atento ao rótulo das embalagens, pois nele estão contidas todas as informações necessárias para ter a certeza de que o pet está se alimentando de forma correta. Por exemplo, alguns pets precisam de uma ração com mais proteínas e menos carboidratos, outros já podem necessitar de mais vitaminas ou de legumes e grãos integrais.

Até mesmo as gorduras, quando saudáveis, podem ser bem-vindas. Vindo de uma fonte natural, como linhaça, óleo de peixe ou gorduras animais (vaca, frango, etc), elas possuem Ômega 3, essencial para o bem-estar de cães e gatos.

Alimentação natural

Começar uma dieta caseira em seu pet pode ser uma ótima ideia, porém é importante que o nutrólogo veterinário faça o acompanhamento para que isso aconteça da forma mais segura possível.

É fundamental que o bichinho esteja consumindo todos os nutrientes que precisa, por conta das particularidades e exigências individuais de cada um. Com a ajuda de um profissional, você garante uma alimentação saudável, com todos os nutrientes necessários.

O especialista em nutrologia veterinária tem todo o conhecimento sobre quais alimentos são permitidos, como devem ser preparados e como adicionar a suplementação correta.

Intoxicação alimentar

A ingestão de chocolate pelos cães é uma emergência médica e o animal deve ser levado imediatamente a um hospital veterinário. A intoxicação causa excitação, pressão alta, arritmias, tremores, ofegância e convulsão.

Depois da ingestão, o pet pode começar a apresentar vômitos, diarreia, sede excessiva, febre e hemorragia intestinal (esta pode ocorrer em alguns casos, normalmente entre 12 e 24 horas depois da ingestão).

Alguns pets apresentam sintomas leves (diarreia e vômito), mas isso não significa que o caso seja menos importante. Caso veja seu cachorro ingerindo chocolate, independentemente da quantidade, leve-o imediatamente a uma emergência veterinária. Se não forem tratados a tempo, esses sintomas podem ser letais.

Pin It on Pinterest