Home / CÃES / Casos Clínicos / Cinomose: Sintomas e tratamento

Cinomose: Sintomas e tratamento

29 / set / 2014

A cinomose é uma doença que acomete apenas os cães. Ela é causada por um vírus muito comum no Brasil e pode ocorrer em cães de qualquer idade.

No início da infecção, pode ser observado o aparecimento de febre acompanhada de vômito e diarreia. Depois disso, surgem os sinais respiratórios como tosse e dificuldade de respirar, além de conjuntivite. Após esse período, o vírus atinge o sistema nervoso central, podendo causar sinais neurológicos como convulsões e mioclonias (contrações involuntárias).

A transmissão normalmente ocorre através do contato direto com outros cães infectados que estão eliminando o vírus nas secreções como saliva, secreção ocular e nasal, na urina e nas fezes.

O tratamento se restringe em tratar as doenças associados à cinomose, como pneumonia, infecções oportunistas, vômitos e diarreias além do controle da dor e das convulsões. Infelizmente não existe tratamento curativo e contamos somente com a imunidade do animal e do tratamento de suporte para enfrentar a doença.

Se o animal responder bem ao tratamento, podemos conseguir a cura, ficando ou não com algumas sequelas (como convulsão, tiques nervosos, manchas nos dentes etc.).

O método mais eficiente de prevenir a doença é com a vacinação que deve se iniciar com 45 a 60 dias de idade e depois com reforços anuais. Evitar que o animal tenha contato com animais de origem desconhecida também ajuda.

A cinomose é uma doença grave e muito comum que pode ser facilmente evitada com a vacinação. Não deixe de vacinar seu animal!

Pin It on Pinterest