Intoxicação x Indução do vômito: Quando essa pratica é necessária?

Compartilhe

Intoxicação x Indução do vômito: Quando essa pratica é necessária? 11 de novembro de 2015

Existem vários agentes que podem causar intoxicação em cães e gatos. A gravidade da intoxicação depende da quantidade ingerida. Geralmente, 90% das intoxicações ocorrem em casa ou próximos a residência do animal. Assim que animal ingerir a substância tóxica, ele deve ser levado ao veterinário para atendimento imediato.

A indução do vômito é muito utilizada na rotina clínica e é mais eficaz quando realizada de 1 a 2 horas após a ingestão da toxina. Entretanto, em alguns casos, o animal só recebe atendimento após esse período, mas, dependendo do produto ingerido, a indução do vômito continua sendo uma boa opção de tratamento. Essa prática reduz a contaminação gástrica e tem como objetivo reduzir os efeitos causados pela intoxicação.

Cinco produtos requerem a indução do vômito o mais rápido possível, tais como:

– Rodenticidas anticoagulantes (veneno de rato);

– Chocolate;

– Uvas e uva passa;

– Algumas medicações humanas não permitidas aos animais;

– Xilitol.

Cada um desses compostos citados é tóxico e desenvolve diferentes sintomas nos animais.

No caso dos rodenticidas (veneno de ratos), alguns sintomas e complicações podem aparecer mesmo após 5 a 7 dias da ingestão do veneno. Deve ser tratado pelo veterinário e o tratamento pode durar até 45 dias dependo do caso.

O componente tóxico do chocolate chama metilxantinas (teobromina e cafeína) e a intoxicação depende da quantidade de chocolate ingerida. Quanto mais escuro for o chocolate, há mais teobromina, havendo uma maior possibilidade de ocorrer intoxicação. Assim, os chocolates amargos e meio-amargos são os que oferecem maior risco, pois possuem um teor mais elevado dessa substância.

Com relação à intoxicação por uva e uva passa, não se sabe exatamente qual parte da uva é tóxica, porém os animais que comem grandes quantidades dessa fruta podem desenvolver doença nos rins (insuficiência renal).

O xilitol é um açúcar comumente utilizado como adoçante substituto do açúcar (sacarose). Também é utilizado como ingrediente em balas e gomas de mascar para a prevenção de cáries. Os cães são sensíveis ao xilitol e a ingestão de produtos que contenham essa substância pode levar à intoxicação.

Os sinais clínicos da intoxicação de cachorros variam de acordo com o tipo do produto ingerido. Eles podem ser leves como letargia, mal-estar e fraqueza até sinais gastrointestinais como vômito, diarreia e náusea. Dentre os sintomas mais severos, podem ocorrer agitação, tremores, convulsões e até coma, então se o seu animal apresentar qualquer sinal de intoxicação, deve-se procurar atendimento imediato.

O Pet Care é um hospital 24 horas e estamos sempre preparados para pronto atendimento de seu animal.

Gostou do conteúdo?
Compartilhe

Leia também

Ibirapuera

11 3050-2273

11 95023-3626

Av. República do Líbano, 270 Ibirapuera - SP

Saiba maissaiba mais da unidade Ibirapuera

Morumbi

11 3740-2152

11 99451-6319

Avenida Giovanni Gronchi , 3001 Morumbi - SP

Saiba maissaiba mais da unidade Morumbi

Pacaembu

11 4305-9755

11 97450-1843

Av. Pacaembu, 1839 Pacaembu - SP

Saiba maissaiba mais da unidade Pacaembu

Tatuapé

11 3019-2300

11 99787-1305

Rua Serra do Japi, 965 Tatuapé - SP

Saiba maissaiba mais da unidade Tatuapé

Centro de Radioterapia

11 94394-6254

Rua João Avelino Pinho Mellão 321 - Morumbi - SP

Saiba maissaiba mais da unidade Centro de Radioterapia