Especialista em Bulldog Francês

Compartilhe

Especialista em Bulldog Francês 06 de novembro de 2014

racas-1

O Bulldog Francês é uma raça nova, mas nos últimos anos tem sido uma das raças mais registradas nos clubes de raça de São Paulo. Por isso, temos visto uma invasão dessa graciosa e simpática raça, que apesar do nome, é muito diferente do já conhecido Bulldog Inglês.

Muitas vezes recebemos telefonemas perguntando sobre Veterinários Especialistas em Bulldog Francês. Essa especialidade não existe na medicina veterinária, mas o fato de termos um grande número de atendimentos dessa raça faz com que entendemos de algumas particularidades e de doenças mais comuns e que afetam em maior incidência essa raça.

O Bulldog Francês é pequeno e musculoso, com uma estrutura óssea pesada, pelo liso e curto e duas grandes orelhas parecidas com um “morcego”. Apesar da descrição, é um cachorro encantador e pode se dizer que é muito lindo. São geralmente ativos, alertas e tranquilos.

São cães que se adaptam a pequenos ambientes (casas e apartamentos), mas necessitam de passeios diários para queimar toda sua energia. Pesam em torno de 12 a 16 kg e vivem aproximadamente 12 anos, em média.

Em geral, o Bulldog Francês é um cão saudável, com poucas preocupações médicas. No entanto, já foram relatadas as seguintes doenças ou distúrbios:

– Dermatite de dobra Facial: É uma irritação da pele que ocorre quando as rugas da face ficam úmidas.

– Atopia: É uma doença alérgica que causa muita coceira e vermelhidão da pele do animal.

– Dermatite interdigital: Também conhecido como pododermatite, que é uma inflamação das patas e unhas.

– Alergia alimentar: Causa muita coceira devido às proteínas dos alimentos (ração ou comida caseira).

– Entrópion: É um problema com a pálpebra que pode irritar a superfície do globo ocular e pode levar a problemas mais graves.

– Catarata: Pode causar uma perda da transparência normal do cristalino do olho levando a cegueira.

– Distriquíase: É uma condição em que há crescimento dos cílios e fora do lugar normal, levando a irritação do olho.

– Displasia coxo femoral: É uma malformação da articulação do quadril, que resulta em dor, claudicação (manqueira) e artrose.

– Dificuldade de parto ou Distocia: É o termo usado para descrever o parto difícil. Devido às suas grandes cabeças, é difícil passar no canal pélvico (bacia da mãe). Para o nascimento desses filhotes, normalmente, recorremos a cirurgias de cesarianas.

– O olho da cereja (cherry eyes): É um prolapso da terceira pálpebra. Apesar de não ser uma lesão grave e não causar cegueira, o prolapso pode ser irritante para a superfície do olho e causar lacrimejamento persistente e dor ocular.

Gostou do conteúdo?
Compartilhe

Leia também

Ibirapuera

11 3050-2273

11 95023-3626

Av. República do Líbano, 270 Ibirapuera - SP

Saiba maissaiba mais da unidade Ibirapuera

Morumbi

11 3740-2152

11 99451-6319

Avenida Giovanni Gronchi , 3001 Morumbi - SP

Saiba maissaiba mais da unidade Morumbi

Pacaembu

11 4305-9755

11 97450-1843

Av. Pacaembu, 1839 Pacaembu - SP

Saiba maissaiba mais da unidade Pacaembu

Tatuapé

11 3019-2300

11 99787-1305

Rua Serra do Japi, 965 Tatuapé - SP

Saiba maissaiba mais da unidade Tatuapé

Centro de Radioterapia

11 94394-6254

Rua João Avelino Pinho Mellão 321 - Morumbi - SP

Saiba maissaiba mais da unidade Centro de Radioterapia