Contos de Natal – Parte 3

Compartilhe

Contos de Natal - Parte 3 23 de dezembro de 2011

Stormfang%202 - Contos de Natal - Parte 3

Elieser colocou o terno de costume, preto, surrado já com alguns pequenos remendos, mas afinal quem necessita comprar roupa nova a cada 10 anos ?…. O escritório ficava a algumas quadras da casa e era lá que ele passava a maior parte do tempo, administrando os negócios, recolhendo os aluguéis de seus imóveis, espalhados por toda cidade.

No caminho Elieser nota a presença de um magro gato preto de grandes olhos amarelos, não fosse pela insistência do gato em lhe dirigir o olhar teria passado desapercebido, na verdade pouca ou melhor, nenhuma importância tinha aquele animal, apertou o passo e chegou no escritório, durante o dia todo atendeu seus credores mas ficou com aquela imagem do gato na cabeça. Era hora de voltar para casa, Elieser resolveu trocar o caminho , ia ter que andar mais, dar uma grande volta mas seu instinto dizia para fazê-lo.

Não adiantou já se encontrava no meio do caminho quando avistou de longe a figura de um gato preto sentado, como se estivesse lhe esperando, não tinha como fugir foi se aproximando e percebeu que era o mesmo animal que havia encontrado pela manhã, novamente sentiu aquele frio correndo pela espinha. O que Arthur havia lhe dito agora retumbava em sua cabeça…”você vai receber a visita de 3 fantasmas….”.

– Olá Elieser, uma hora você se acostuma, existe um motivo para estarmos assumindo a forma destes animais, mas isso só você poderá descobrir.

Elieser fica parado , atônito, tentando digerir as palavras do gato.

-Eu represento o Fantasma do Natal Passado e vou te acompanhar numa pequena viagem. Vamos ?

Antes mesmo de responder ao gato Elieser já se encontrava no meio do campo, a paisagem mudara completamente, a poucos metros havia uma casa , onde  alguém cosinhava prazerosamente pois o cheiro exalado da comida era soberbo, e um falatório se podia ouvir vindo da parte da frente da casa. Elieser começa então a reconhecer, havia muito de familiar naquela residência. Sim era a casa da fazenda de sua infância e o cheiro só podia ser da comida de sua mãe, era inesquecível mesmo após tantos anos tendo se passado.

– Vamos chegar próximo a janela. Disse o gato.

Elieser com certa dificuldade se aproxima,

– Não se preocupe eles não podem te ver , não sabem que você está a observar.

Elieser vê então diante de seus olhos uma bela família reunida, uma criança brincando com seu cachorro, parecia muito feliz, uma linda árvore de Natal com enfeites adornava a sala, sobre a lareira as meias coloridas que sua mãe fazia e enchia de balas e outros doces,  o homem sentado numa cadeira espriguiçadeira aproveitando seu cachimbo, fazia um gostoso cafuné na cabeça da criança.

Sim era desta forma que meu pai fazia um carinho, esfregava meu cabelo, e me dizia palavras doces. Pensou Elieser.

Vinda da cozinha aparece uma mulher vistosa, com lindo cabelo loiro uma tez pálida, vestindo um avental florido e carregando uma grande bandeija com um suculento peru de Natal. A criança corre para abraçar a mãe.

Elieser nesta hora ameaça bater no vidro, mas o Gato logo interrompe …

– Você sabe quem são essas pessoas Elieser?

Quase sem palavras Elieser abaixa a cabeça e responde como que querendo espulsar um nó em sua garganta.

-Sim. Minha mãe sempre cozinhou muito bem, até aquela maldita doença tomar conta dos seus pulmões, e meu pai sempre foi muito carinhoso comigo .

– Mas isso é passado – retruca como se quisesse negar o que via.

– Sim, eu sei que é passado, veja você teve momentos felizes no passado, porque guarda tanto rancor? Pergunta o gato .

Elieser fica calado e a paisagem volta a se transformar no caminho que percorria minutos atrás. O Gato continuava na sua frente.

– Bom você já foi avisado, não sou o primeiro nem serei o último a te visitar.

Elieser segue sua rota…

(Continua no próximo post…)

Gostou do conteúdo?
Compartilhe

Leia também

Ibirapuera

11 3050-2273

11 95023-3626

Av. República do Líbano, 270 Ibirapuera - SP

Saiba maissaiba mais da unidade Ibirapuera

Morumbi

11 3740-2152

11 99451-6319

Avenida Giovanni Gronchi , 3001 Morumbi - SP

Saiba maissaiba mais da unidade Morumbi

Pacaembu

11 4305-9755

11 97450-1843

Av. Pacaembu, 1839 Pacaembu - SP

Saiba maissaiba mais da unidade Pacaembu

Tatuapé

11 3019-2300

11 99787-1305

Rua Serra do Japi, 965 Tatuapé - SP

Saiba maissaiba mais da unidade Tatuapé

Centro de Radioterapia

11 94394-6254

Rua João Avelino Pinho Mellão 321 - Morumbi - SP

Saiba maissaiba mais da unidade Centro de Radioterapia