A idade e o desenvolvimento do meu cão

Compartilhe

A idade e o desenvolvimento do meu cão 26 de maio de 2014

Para a grande maioria dos proprietários, o seu cão sempre será uma criança, quer seja pela vivacidade e “irresponsabilidade”, pela dependência ou mesmo pelo tempo real: poucos anos em relação a nossa vida.

É muito importante saber a real idade do seu animal para entender o seu comportamento e as suas necessidades. O filhote, o “adolescente”, o adulto ou o “velhinho” tem necessidades e cuidados diferentes e, para proporcionarmos qualidade de vida com saúde, é necessário saber quando essas diferentes etapas de vida acontecem.

O envelhecimento acontece de modo variado nos diferentes tamanhos de cães. Os pequenos vivem mais e envelhecem mais lentamente, enquanto que nos de raças grandes e gigantes, o envelhecimento é mais rápido e portanto vivem menos. É muito comum ver um Pinscher ou Poodle de 16 a 18 anos de idade, mas praticamente impossível que um Dogue Alemão ou mesmo um São Bernardo chegue a essa idade.

De modo geral e simplificado, podemos dizer que o primeiro ano de vida corresponde a 14 ou 15 anos nossos. Ou seja, o seu animal com um ano ainda é um adolescente, com sexualidade ativa, mas sem responsabilidade alguma. Por esse motivo, não recomendamos a maternidade para fêmeas antes do terceiro cio. Nessa idade ainda aprontam muito e são muito ativos com energia de sobra.

Do 2º ao 5º ano de vida, estabelecemos a média de que para cada ano do cão seria 5 a 7 anos nossos, ou seja, um cão com 4 anos teria de 32 a 35 anos nosso. É lógico que essa conta não é tão simples assim, variando de acordo com a raça, mas podemos estimar a idade fisiológica desse modo. A partir do 8° ano, o envelhecimento acontece mais lentamente e passamos a contar de 4 a 5 anos para cada ano nosso.

É muito importante sabermos isso para entendermos algumas atitudes dos nossos cães, principalmente quando ficam mais velhos. Se ele está mais quieto, se já não consegue subir as escadas, se não enxerga ou escuta como antes, pode ser que já esteja sentindo o peso da idade e que necessite de ajuda médica para melhorarmos a qualidade de vida. Como não falam, temos que identificar alterações sutis de comportamento para sinais de dor e desconforto.

Outro ponto importante a entender é que se um ano dele representa 4 a 7 anos nossos, muitas transformações podem ocorrer no curto intervalo de um ano. Não é raro fazermos um exame de ultrassom hoje e não encontramos nada e, em 6 a 8 meses, refazendo esse mesmo exame, nos surpreendemos encontrado um tumor enorme no baço ou mesmo nódulos no fígado. Cataratas, dores crônicas, alterações em exames de sangue podem assim, “surgir de um dia para outro”.

Por isso é muito importante acompanharmos de perto os nossos cães, com avaliações periódicas e depois de mais velhos com exames semestrais.

Segue abaixo uma tabela (das muitas encontradas) que resume de forma simples a idade dos diferentes tamanhos de cães.

relação humanoxcachorro

Gostou do conteúdo?
Compartilhe

Leia também

Ibirapuera

11 3050-2273

11 95023-3626

Av. República do Líbano, 270 Ibirapuera - SP

Saiba maissaiba mais da unidade Ibirapuera

Morumbi

11 3740-2152

11 99451-6319

Avenida Giovanni Gronchi , 3001 Morumbi - SP

Saiba maissaiba mais da unidade Morumbi

Pacaembu

11 4305-9755

11 97450-1843

Av. Pacaembu, 1839 Pacaembu - SP

Saiba maissaiba mais da unidade Pacaembu

Tatuapé

11 3019-2300

11 99787-1305

Rua Serra do Japi, 965 Tatuapé - SP

Saiba maissaiba mais da unidade Tatuapé

Centro de Radioterapia

11 94394-6254

Rua João Avelino Pinho Mellão 321 - Morumbi - SP

Saiba maissaiba mais da unidade Centro de Radioterapia