Home / CÃES / Cuidando do seu bichinho / Verão, e o câncer de pele…

Verão, e o câncer de pele…

17 / out / 2011

Problemas de pele causados pela excessiva exposição ao sol não afetam somente os seres humanos. Assim como nós, os animais precisam de alguns cuidados extras no verão. Cães e gatos também podem apresentar câncer de pele. Geralmente, as lesões ocorrem nas áreas sem pelo, como na barriga, na ponta das orelhas, no nariz e ao redor dos olhos, principalmente em pele despigmentada (rosadas).

Assim, essa ocorrência é maior em animais brancos e claros – mesmo os que não são albinos – além de cães e gatos com nariz, lábio, coxins (almofadinhas dos dedos) e barriga rosada. Esses animais não devem tomar banhos de sol, mas se a exposição for inevitável é preciso usar bloqueadores solares nas regiões de risco.

Para isso, já existem no mercado protetores solares especialmente feitos para os bichos de estimação, que são amargos para evitar que o animal remova o produto com a língua. Agora no verão os cuidados com o sol se intensificam. Além do câncer de pele o calor pode levar os animais a hipertermia e morte. Assim devemos evitar sempre os horários mais quentes do dia pelo calor excessivo e pala maior exposição aos raios solares.

Carcinoma Solar em Gatos brancos:

Gatos brancos ou de cor clara são mais suscetíveis ao carcinoma de células escamosas (carcinoma solar) em áreas com pouco pelo ou que estão cronicamente expostos à luz solar. A área afetada mais comum em gatos é a ponta da orelha. Esta doença ocorre em gatos mais velhos e pode tornar-se evidente na primavera e verão, quando a exposição solar é maior.

Os sintomas mais comun são:

– Vermelhidão da ponta da orelha (probabilidade de ser primeiro sintoma)
– Queda de pelo leve e descamação da pele na ponta da orelha
– Lesão que não cicatriza.

Se voce observar esses sinais clínicos recomendamos uma pequena biópsia de pele para diferenciar dermatite actínica pré-cancerosa do carcinoma de células escamosas.
O tratamento precoce eficaz de lesões pré-cancerosas podem prevenir o aparecimento do carcinoma de células escamosas.

Cuidados com o seu gato ou cão de pele rosada:

– Restrição a exposição solar especialmente no verão.
– Uso de protetor solar resistente à água e com fator de proteção solar (FPS) 15 ou mais aplicadas nas pontas da orelha duas vezes por dia

A remoção cirúrgica do carcinoma de células escamosas da ponta da orelha é mais eficaz quando realizada logo após o diagnóstico. A remoção precoce aumenta a chance de retirar todo o tumor pois a lesão é menor. Remoção cirúrgica precoce também diminui a incidência de propagação do câncer para os gânglios linfáticos perto da orelha.

Tipos de cirurgia usados nesses cancer de pele:

– Criocirurgia com congelamento da regiao afetada. Nessa técnica o tecido congelado morre e é removido.
– Cirurgia tradicional: O procedimento é semelhante ao corte de orelha nos cães, em que parte da orelha é removida com tesoura e as bordas da pele são suturados juntos.

O Hospital Veterinário Pet Care oferece o serviço de Dermatologia, Oncologia e Crioterapia para o diagnóstico e tratamento do Carcinoma Solar e outros tipos de cancer de pele. Para maiores informações ou para agendamento de atendimento, entre em contato pelo telefone 3743 2142.

Pin It on Pinterest