Oftalmologia: Cirurgia de correção de Entrópio

Compartilhe

Oftalmologia: Cirurgia de correção de Entrópio 12 de julho de 2011


No último dia 06 fizemos uma cirurgia oftálmica da nossa paciente Yala. Ela já tinha diagnóstico de Entrópio acentuado em pálpebra inferior direta e mais discreto em pálpebra inferior esquerda.

Desde o início já sabíamos que o tratamento era cirúrgico, e agora não podemos esperar mais, pois já estava apresentando lesões na córnea direita como neovascularização e perda da transparência, acarretando comprometimento da visão.

O procedimento cirúrgico é simples, com uma correção plástica na conformação da pálpebra e com pós operatório tranquilo usando colar protetor e com cuidados básicos de limpeza com solução fisiológica e uso de colírios antibióticos. Normalmente o procedimento não causa dor ou desconforto e o animal se recupera rapidamente com a retirada de pontos em 10 a 15 dias.

yala2

Como todo procedimento cirúrgico que requer anestesia geral, a Yala fez antes uma avaliação clínica , além de exames de ecocardiograma, perfil bioquímico e hemograma/ plaquetas.

A anestesia foi tranquila e monitorada e ela vai para casa somente no dia seguinte para que fiquemos todos tranquilos em relação aos primeiros cuidados.

yala 3

yala 4

yala 5

Entrópio em Pequenos Animais.

Entrópio é a inversão de parte ou de toda margem palpebral, causando irritação da córnea por atrito devido ao contato dos cílios com a córnea, podendo resultar em perfuração ou úlcera de córnea. A visão pode ficar ameaçada. É mais comum em cães, mas acomete também os gatos.

Os gatos mais acometidos são os da raça Persa e Himalaio. Já nos cães é muito comum em Shar pei, Chow Chow, Cocker Spaniel, Buldogue Inglês, Pug, Pequines, Poodle, Yorkshire, Martiffe e São Bernardo.

Pode ser observado em filhotes já com 2 a 6 semanas de vida, mas o diagnóstico definitivo pode se dar em torno de 1 ano de idade.

Os sinais clínicos observados, incluem corrimento lacrimal persistente, secreção ocular mais intensa, blefarospasmo (piscar o olho com intensidade), dor e úlcera de córnea,

O diagnostico é feito pelo exame clínico do Oftalmologista, avaliando as raças predispostas, e descartando outras causas de trauma em córnea, conjuntivites e dor local.

O tratamento também é cirúrgico para corrigir a inversão com remoção de porção cutânea e plástica de acordo com o local e grau de inversão.

O pós cirúrgico também requer o uso de colar elisabetano, antibiótico oral e tópico, lubrificantes e analgesia. A retirada de pontos acontece entre 10 a 15 dias e se tiver alguma úlcera de córnea o tratamento tópico e uso de colar elisabetano pode se estender por mais de 30 dias.

No Hospital Veterinário Pet Care, a cirurgia de correção de entrópio é realizada pelo Serviço de Oftalmologia, assim como as outras cirurgias oftálmicas. As consultas devem ser agendadas pelo telefone 011 3743 2142.

 

Gostou do conteúdo?
Compartilhe

Leia também

Ibirapuera

11 3050-2273

11 95023-3626

Av. República do Líbano, 270 Ibirapuera - SP

Saiba maissaiba mais da unidade Ibirapuera

Morumbi

11 3740-2152

11 99451-6319

Avenida Giovanni Gronchi , 3001 Morumbi - SP

Saiba maissaiba mais da unidade Morumbi

Pacaembu

11 4305-9755

11 97450-1843

Av. Pacaembu, 1839 Pacaembu - SP

Saiba maissaiba mais da unidade Pacaembu

Tatuapé

11 3019-2300

11 99787-1305

Rua Serra do Japi, 965 Tatuapé - SP

Saiba maissaiba mais da unidade Tatuapé

Centro de Radioterapia

11 94394-6254

Rua João Avelino Pinho Mellão 321 - Morumbi - SP

Saiba maissaiba mais da unidade Centro de Radioterapia