Doença do carrapato

Compartilhe

Doença do carrapato 30 de maio de 2019

Você sabia que se seu animal que esteve em contato com mosquitos, pernilongos e carrapatos é importante que ele realize o exame de SNAP4DX?  Esse exame vai identificar se seu Pet tem 4 doenças, dentre elas o Verme do Coração (Dirofilariose) e a Doença do Carrapato (Erlichiose).

Essas doenças podem ser silenciosas e causam lesões irreversíveis no coração, no caso da Dirofilariose e no caso da Erlichiose comprometer vários órgãos além de imunossupressão severa.

Numa campanha realizada no Pet Care, com 243 cães, foi constatado que um em cada dez animais possui a Doença do Carrapato e, em todos os casos, os donos não desconfiavam que o animal estava infectado. “Como se trata de uma doença silenciosa, cujos primeiros sintomas aparecem quando ela está num estágio mais avançado, o resultado da campanha foi importante para que alertemos ainda mais os donos da importância de realizar exames periódicos nos cães”, explica a Dra. Carla Berl, fundadora do Pet Care

Dos animais examinados, 9,4% foram positivos para Ehrlichiose ou Anaplasma, sendo que a maioria (81,8%) representada somente pela Ehrlichiose. Ou seja, das doenças que são transmitidas pelo parasita, a Erlichiose foi a mais diagnosticada pelos veterinários do Pet Care durante a campanha.

A doença

A Erlichiose pode ser uma doença silenciosa e destruir aos poucos, por exemplo, a medula óssea e rins de animais, podendo causar até mesmo uma meningite e ocasionar convulsões. Ela é, normalmente, transmitida por carrapatos que tiveram contato com animais doentes e que depois se instalaram em outros animais, sendo este um dos principais fatores de transmissão da doença do carrapato.

Os principais sintomas que cães infectados pela Erlichiose apresentam são febre, prostração, perda de apetite e hemorragias. Esses sintomas podem estar acompanhados de deficiência de plaquetas no sangue do animal, baixa de glóbulos brancos do sangue e também de hemáceas. Podem ainda ocorrer urina com sangue, pneumonia, vomito e diarréia. E como os sintomas da Doença do Carrapato variam de animal para animal, ela também pode ser confundida com os da cinomose.

Após suspeitar da Doença do Carrapato, o médico veterinário deve esperar de 21 a 30 dias para fazer a coleta dos exames, a partir daí o diagnóstico será mais preciso. Esse período de tempo precisa ser respeitado, pois, na grande maioria dos casos, a doença não se manifesta imediatamente. Já a internação deverá acontecer apenas caso o animal seja diagnosticado com convulsão focal.

Prevenção

Os cuidados com os animais de estimação devem ser redobrados, principalmente, no inverno, pois é nesse período que os carrapatos se multiplicam com mais facilidade. Além disso, a doença pode ser transmitida não apenas em grandes áreas de matas e terrenos, mas, também, em parques, pet shops, hoteizinhos ou, até mesmo, no próprio lugar onde o animal mora.

“Podemos afirmar que a melhor maneira de prevenir a Erlichiose é levando o cachorro ou gato ao veterinário anualmente para realizar os devidos exames. Desta forma, poderá ser obtido o diagnóstico antes mesmo da doença se manifestar e o tratamento sendo mais eficiente, ou seja, o diagnóstico precoce é o melhor tratamento”, finaliza Carla Berl.

Saiba mais sobre o pacote de diagnóstico e prevenção do verme do coração!

Gostou do conteúdo?
Compartilhe

Leia também

Ibirapuera

11 3050-2273

11 95023-3626

Av. República do Líbano, 270 Ibirapuera - SP

Saiba maissaiba mais da unidade Ibirapuera

Morumbi

11 3740-2152

11 94468-2702

Avenida Giovanni Gronchi , 3001 Morumbi - SP

Saiba maissaiba mais da unidade Morumbi

Pacaembu

11 4305-9755

11 97450-1843

Av. Pacaembu, 1839 Pacaembu - SP

Saiba maissaiba mais da unidade Pacaembu

Tatuapé

11 3019-2300

11 99787-1305

Rua Serra do Japi, 965 Tatuapé - SP

Saiba maissaiba mais da unidade Tatuapé

Centro de Radioterapia

11 2507-4616

11 94394-6254

Rua João Avelino Pinho Mellão 321 - Morumbi - SP

Saiba maissaiba mais da unidade Centro de Radioterapia