Todo mundo sabe que as infestações por moscas e pernilongos se tornam mais frequentes no verão e variavelmente se tornam um grande problema na transmissão de algumas doenças e até mesmo um incômodo para as pessoas e os animais.

Por mais limpo que seja o ambiente, mesmo recolhendo as fezes e mantendo o ambiente limpo e desinfetado, as moscas têm um sistema de identificação de odores que deixaria o melhor cão farejador com inveja.

Elas sentem cheiros e odores que as atraem a distância, podendo colocar seus ovos/larvas em feridas e secreções ou mesmo na pele íntegra. Assim, a contaminação de feridas por larvar de moscas acontece mesmo nos ambientes mais limpos e arejados.

Outro problema são os pernilongos que incomodam muito e podem transmitir algumas doenças como dirofilariose (doença do verme do coração), leishmaniose e ou mesmo de alergias e irritação da pele pela simples picada do inseto.

Pulgas também se aproveitam do calor e umidade para se reproduzirem com maior velocidade e causarem infestação ambiental e desconforto para o animal.

Saiba aqui quais os principais insetos do verão e de como se proteger deles:

- MOSCA VAREJEIRA:

Mosca grande e esverdeada que se alimenta de tecidos necrosados e secreções, como feridas ou mesmo locais de secreção purulenta como olhos, narizes, dentes com tártaro, secreção vaginal ou pústulas na pele. Elas depositam seus ovos/larvas nesses locais onde crescem rapidamente (questão de horas) formando as miíases ou bicheiras. É MAIS COMUM NESSA ÉPOCA DO ANO!

Prevenção: Limpeza do ambiente, recolhendo fezes e restos de comida, mantendo o animal limpo com banhos mais frequentes, tosados e vitoriando toda e qualquer fonte de secreção como vulva, olhos, dentes ou pequenas feridas de pele. Animais mais velhos são as maiores vítimas das miíases.

Animal com feridas traumáticas ou cirúrgicas ou mesmo com curativos e talas devem tomar muito cuidado. O uso repelentes a base de citronela, uso de preventivos como Capstar, Revolution, Program entre outros, SEMPRE SOB PRESCRIÇÃO VETERINÁRIA ajudam muito no seu controle.

- MOSCA BERNEIRA:

Mais comum em zona rural ou com muita vegetação. Coloca uma ÚNICA LARVA por ponto de picada EM PELE INTEGRA, ou seja não precisa de ferida ou secreção para atrair essa mosca. Com o seu desenvolvimento, observamos vários nódulos na pele do cão ou da pessoa que coça muito e com o tempo apresenta secreção purulenta, e então nesse estágio, passa a atrair também a mosca varejeira.

Prevenção: Manter o ambiente limpo, evitar acúmulo e matéria orgânica e colocar repelentes ambientais para moscas podem ajudar no controle do berne. O uso de Capstar, Revolutiom, Frontline e outros também previne a instalação da doença.

- MOSQUITOS (MOSCA DOS ESTÁBULOS) E PERNILONGOS (Culex e Aedes):

Podem transmitir algumas doenças especificas como dirofilariose ou leishmaniose. Além das doenças que alguns insetos transmitem, as moscas que picam as pontas de orelhas, assim como os pernilongos, causam irritação local e muita coceira. Essa alergia é muito comum nas pontas de orelhas, ao redor dos olhos e áreas sem pelo como nariz e barriga.

Repelentes a base de citronela no corpo todo ou nas pontas de orelha e no ambiente ajuda muito. Existem pastas com repelentes naturais que, se passado nas pontas de orelha, afastam esses vetores. O uso de coleiras especiais que tem ação repelente também tem indicação.

- PULGAS:

Infestações de pulgas ocorrem o ano todo, mas no verão quer seja pelo calor e umidade, quer seja por que os animais saem mais a rua e parques, observamos uma maior incidência de pulgas e não raramente infestações ambientais em casas e apartamentos.

As pulgas adultas vivem e se alimentam do sangue do animal, mas colocam seus ovos somente no ambientes (frestas, tapetes, carpetes etc.). Quando os ovos eclodem, nascendo as pupas (filhotes de pulgas) essas voltam ao animal continuando o ciclo. Assim, além do controle das pulgas dos animais com os principais produtos encontrados no mercado, muitas vezes temos também que dedetizar o ambiente.

Pulgas causam irritação da pele, coceira, queda de pelos e podem transmitir algumas doenças. Cães e gatos alérgicos podem ter grandes problemas devido a presença de pulgas.



Posts Relacionados:


  1. Verão, Calor Moscas e Pernilongos…uma Combinação Irritante e Perigosa

  2. Moscas de Orelha

  3. Mitos, verdades e cuidados com o seu cão no verão

  4. Temperaturas mais altas do verão propiciam Bernes e Bicheiras

  5. Verão: Calor, Pulgas e Piodermites. Vamos Tosar Essa Cachorrada?