Nessa noite atendemos a Bruna, uma Poodle que teve filhotes há 12 dias. O parto foi normal e até ontem ela estava super bem, cuidando e amamentando os filhotes sem dificuldades. Todos os 5 filhotes estão saudáveis e ganhando peso. Ontem durante o dia ela começou a ficar impaciente, se afastando dos filhotes, muito ofegante e não quis comer. No início da noite ela ficou mais ofegante não não conseguiu andar, ficandorígida, com tremores e febril.

Ao chegar ao hospital, após breve história (parto recente, ninhada grande, comendo ração de cão adulto e suplementanda com cálcio oral desde o início da gestação) o Veterinário fechou o diagnóstico deEclâmpsia e iniciou ao tratamento de emergência.

Em poucos minutos os sintomas foram diminuindo e ela ficou estável.

Porém algumas alterações de manejo deverão ser instiuídas……

EclâmpsiaFebre o Leite ou Eclâmpsia Puerperal é o aparecimento súbito de sinais clínicos associados a diminuição dos níveis de cálcio no sangue da fêmea pós parto e em lactação (amamentando).

Como para produzir o leite o organismo requer uma quantidade maior de cálcio, o organismo “retira” o cálcio disponível no sangue mandando para o leite. Essa perda de cálcio para o leite associado a baixa ingestão de cálcio na dieta no final da gestação e durante a lactação pode desencadear os sintomas. Esta condição é diferente de eclâmpsia em mulheres que está relacionada com alterações da pressão arterial antes do nascimento.

Quais os fatores que predispõem á Eclâmpsia?

- Mais comum em cães do que gatos. As raças pequenas e Toy são as mais afetadas.

Ninhada grande (muito filhotes).
- Mais comum com a primeira ninhada.
- Má nutrição (pobre em cálcio) durante a gravidez e lactação.
- Suplementação de cálcio (excesso) durante a gravidez.

Quando ocorre?

Normalmente acontece entre 10 e 21 dias após o nascimento, embora possa ser visto em até seis semanas após o parto (durante todo o período de amamentação).

Quais os sintomas que irá apresentar?

- Inquietação, nervosismo,dificuldade de andar e/ou rigidez muscular.
- Ofegância.
- Tremores musculares ou rigidez.
- Convulsões.
- Temperatura corporal elevada – Febre.
Respiração muito rápida e perda de apetite.
- Se não tratada a tempo, pode apresentar coma e morte.

Diagnóstico :

Os sinais clínicos (sintomas) caractéristicos acima descritos, história de parto recente com amamentação, são muito indicativos de eclâmpsia. Se realizado a dosagem de cálcio sérico (no sangue) é comum encontrarmos valores menores que 7 mg/dl, mas não é obrigatório. Hipoglicemia pode ocorrer também. A resposta rápida ao tratamento com cálcio intravenoso ajuda a confirmar o diagnóstico.

Tratamento :

Cães com eclâmpsia geralmente necessitam de cuidados de emergência imediata. O tratamento requer a correção da glicemia e dos níveis normais de cálcio no sangue por via intravenosa. A interrupção da amamentação também deve ser instituída e nesse caso os filhotes devem receber aleitamento articicial. O tratamento deve ser baseado em:

- Cálcio intravenoso de acordo com o peso do animal.
- Correção da glicemia.
- Controle da temperatura corpórea.
- Remoção da ninhada evitando a amamentação.
- Suplementação de cálcio oral quando o paciente já estiver estável além da correção da dieta.

Cuidados preventivos :

A melhor maneira de prevenir a eclâmpsia é evitar a suplementação de cálcio durante a gravidez e alimentar a cadela grávida com uma dieta balanceada. Nos dois terços iniciais da gestação ( 40 dias iniciais), pode-se oferecer uma ração super premium de adulto. No terço final da gestação (últimos 20 dias) deve-se mudar para uma ração super premium de filhote. A suplementação alimentar dos filhotes (ajudando no aleitamento) e o desmame precoce podem ser benéficos, especialmente para grandes ninhadas.

A Bruna ( nossa paciente) atendida essa madrugada está bem e já foi para casa no início da manhã com os cuidados acima indicados.

O serviço de Obstetrícia e Pediatria do Hospital veterinário Pet Care, pode evitar essas e outras complicações decorrentes da gestação e parto através das consultas e exames pre-natal . É muito importante conhecer algumas particularidades dos cães e de algumas raças e somente o Médico Veterinário pode te ajudar nesse momento.

Para isso é só agendar uma consulta pelo nosso telefone 011 3743 2142.

Hospital Veterinário Pet Care
Serviço de Obstetrícia e Pediatria

 



Posts Relacionados:


  1. O Trabalho de Parto em Cães

  2. Ultrassonografia em Cadelas e Gatas Prenhes – Acompanhamento de Gestação